L+W Arquitetos
L+W Arquitetos
(42) 3027-3037

VOCÊ VIAJARIA SEM SABER PARA ONDE VAI?

VOCÊ VIAJARIA SEM SABER PARA ONDE VAI?

por Lorena Comel
29, Mai / 2017

O projeto arquitetônico às vezes já está em construção quando o cliente nos procura. Confesso ser difícil para mim, entender a motivação para buscar alguém que apenas coloque no papel seu esboço, sem ao menos duvidar de que poderia haver soluções incríveis nas mãos de um arquiteto. Vemos diversas soluções de arquitetura regularmente e durante anos de trabalho produzimos soluções que surpreenderam muitos dos que confiaram a nós seus projetos. Mas naquele momento precisam de orientação profissional para “decorar” os interiores e estamos aqui para realizar.  Nessas situações, percebo que a distância entre sociedade e o arquiteto está maior do que deveria, então reflito neste texto alguns motivos.

Partindo do princípio que o arquiteto tem as ferramentas intelectuais e materiais para unir em um mesmo edifício diversas funções com conforto, organização, insolação correta, dimensionamento exato, respeito às normas, bom aproveitamento interno, boa circulação, beleza e criatividade então o projeto será a resposta para as necessidades das pessoas. Mas por que muitas não buscam esse profissional na hora do projeto?

Podemos listar aqueles que não compreendem claramente a diferença entre o arquiteto e o engenheiro ou quem acredita que um desenhista pode resolver seu problema com um desenho “simples”.  Todos estão na direção oposta. Projetar não se refere basicamente a tijolos, concreto, aço ou argamassa. Mas não há dúvida que o bom arquiteto considera em seu planejamento os materiais construtivos e suas características.

A palavra projeto vem do latim projectu, ‘lançado para diante’, e se refere ao desejo, intenção de fazer ou realizar (algo) no futuro. O dicionário conta seu significado como “a descrição escrita e detalhada de um empreendimento a ser realizado” ou “um plano geral para a construção de qualquer obra, com plantas, cálculos, descrições, orçamento etc.”. Conclui-se que projeto é planejamento.

Quando planejamos uma viagem, por exemplo, começamos por um destino ou motivo de comemoração, depois uma data ou o período que se irá permanecer no local, como se chega até lá, onde se hospedar, como será a locomoção dentro da cidade, o clima, a comida típica, shows, eventos, moeda, ente outras coisas. Ninguém compra uma passagem e viaja sem conhecer ao menos uma boa parte do que listei acima. Fazer um projeto arquitetônico sem o planejamento de um arquiteto é como fazer uma viagem onde você só saberá o destino quando chegar lá. Já pensou nisso? 


Últimas postagens

® L+W Arquiteto 2018. Todos os direitos reservados.

Utilizamos seus dados para analisar e personalizar nossos conteúdos e anúncios durante sua navegação em nosso site. Ao continuar, você concorda com a nossa Política de Privacidade.